Livros clássicos de Monteiro Lobato

Nextale/ abril 18, 2022/ Uncategorized/ 0 comments

Quando o assunto é literatura infantil brasileira é praticamente impossível não pensar no nome de Monteiro Lobato. Por isso, para celebrar tanto o aniversário do escritor quanto o Dia Nacional do Livro Infantil (18/04), dedicamos o nosso post de hoje para relembrar as obras mais marcantes de sua carreira. Confere só!

1- O saci (1921)
A história se desenrola a partir da curiosidade de Pedrinho acerca da presença de um ser que está sempre com um gorro vermelho e fumando cachimbo nos arredores do Sítio do Picapau Amarelo. Um dia, determinado a capturar o tal “Saci”, Pedrinho entra na floresta sozinho pronto para uma aventura, porém, de maneira surpreendente, o encontro com a criatura se torna muito mais do que a prova da coragem do menino, e se transforma em uma grande amizade permeada por conversas sobre a vida, ao lado de seres fantásticos do folclore brasileiro.
“O Saci” resgata do nosso próprio folclore o mito da figura enigmática do menino de uma perna só que entrou para o imaginário da infância brasileira. A narrativa traz lendas curiosas sobre o nascimento dos sacis, histórias sobre a mula sem cabeça, o lobisomem, o boitatá, o Negrinho do Pastoreio, a Cuca, e a sereia Iara.

2 – Reinações de Narizinho (1931)
“Reinações de Narizinho” reúne as onze histórias que Lobato começou a escrever em 1920. Surgem ali Narizinho, Pedrinho, o Visconde, Rabicó, Tia Nastácia, e, claro, Emília, que comanda todas as travessuras em um misto de realidade e fantasia, trazendo à cena personagens clássicos da literatura infantil mundial e as mais ricas lendas da mitologia nacional.
O fascínio e o encanto mantidos por quase um século e que tomaram gerações e gerações de crianças vêm, sobretudo, da simplicidade das narrativas, como se cada um de nós estivesse compondo o que aconteceu antes e o que vai acontecer depois.

3 – O picapau amarelo (1939)
Nessa obra, que combina perfeitamente momentos de realidade e fantasia, todos os personagens do mundo do faz de conta resolvem se mudar para o Sítio do Picapau Amarelo e Dona Benta precisa pensar em um plano para ampliar suas propriedades e acolher a todos. Ela compra as terras vizinhas, e para isso conta com a astúcia de Emília e a engenhosidade do Visconde de Sabugosa.
Nesta obra, Monteiro Lobato antecipou recursos literários que seriam explorados depois por outros livros, e também pelo cinema, reunindo figuras de diferentes universos e desafiando as regras da ficção em nome da criação de uma obra memorável.

Bateu uma saudade desses personagens folclóricos presentes nas obras de Monteiro Lobato? Baixe agora Folclore Fantástico e leia as histórias das principais criaturas míticas da cultura brasileira!

Share this Post

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>
*
*