Curiosidades Surpreendentes sobre Machado de Assis

Nextale/ maio 4, 2021/ Curiosidades Sobre Autores/ 0 comments

Mais de 100 anos se passaram desde sua morte e Machado de Assis continua sendo um dos primeiros nomes que lembramos quando o assunto é literatura nacional. Responsável por obras clássicas como Memórias Póstumas de Brás Cubas, Dom Casmurro e O Alienista, o escritor é reconhecido internacionalmente e chegou a ser considerado pelo crítico literário norte-americano Harold Bloom como o maior escritor negro de todos os tempos. Por isso, para celebrar o Dia da Literatura Brasileira (01/05), decidimos reunir aqui algumas curiosidades que talvez você não saiba sobre essa grande personalidade nacional!

Início de vida

Joaquim Maria Machado de Assis nasceu em 21 de junho de 1839, no Morro do Livramento, Rio de Janeiro. De família pobre, estudou em escolas públicas e não chegou a frequentar a universidade. 

Começo de Carreira

Machado se tornou orfão muito cedo e aos 12 anos precisou ser responsável por ajudar a manter a casa. Trabalhou como engraxate e vendedor de balas e doces até que, com 15 anos, começou a trabalhar em uma arte tipográfica como aprendiz. Foi lá, na Imprensa Nacional, que principiou a escrever especialmente encorajado pelo chefe Manuel Antônio de Almeida, autor de Memórias de um sargento de milícias.

Um ano depois, em 1855, Machado publicou o seu primeiro poema, intitulado Ela, na revista Marmota Fluminense e em 1858, o seu primeiro conto, chamado Três Tesouros Perdidos, na mesma revista. 

Obras

Apesar de escrever desde muito cedo, Machado só foi produzir obras literárias mais extensas depois dos 30 anos, sendo o seu primeiro livro Crisálidas, uma reunião de poesias publicado em 1864, e o seu primeiro romance, Ressurreição, de 1872, que logo chamou a atenção do público e da crítica.

No total, ele escreveu sete livros de contos, cinco de poesia, nove de teatro e nove romances.

Academia Brasileira de Letras

Machado fundou a Academia Brasileira de Letras (na época também chamada de Casa de Machado de Assis) e foi eleito seu presidente no dia 28 de janeiro de 1897, ocupando a cadeira de número 23. 

Preconceito

O autor sofreu grandes preconceitos por ser gago, epilético e negro. Em 2019, a Faculdade Zumbi de Palmares iniciou uma campanha. Discutindo o embranquecimento do escritor na história, a faculdade coloriu a antiga foto do autor, representando-o como ele realmente era.

Casamento

O escritor foi casado por 35 anos com Carolina Machado. Ela era uma grande admiradora do trabalho do marido e ajudava nos manuscritos fazendo revisões e alterações nos textos. Carolina morreu em 1904, deixando Machado viúvo. Para o amigo Joaquim Nabuco, Machado assumiu: Foi-se a melhor parte da minha vida, e aqui estou só no mundo.

Morte

Machado morreu em 29 de setembro de 1908, aos 69 anos. Foi sepultado no cemitério São João Batista em 1908, mas seus restos mortais foram transferidos para a sede da Academia Brasileira de Letras em 1999.

Curtiu saber um pouco mais desse grande autor? Compartilha com a gente nos comentários qual é sua obra favorita de Machado de Assis! E para ler Dom Casmurro, O Alienista e Memórias Póstumas de Brás Cubas de maneira imersiva é só baixar o app da Nextale no seu celular e se sentir dentro da história! 

Referências

https://pt.wikipedia.org/wiki/Machado_de_Assis#Obras

https://www.ebiografia.com/machado_de_assis_trajetoria/

http://notaterapia.com.br/2016/05/07/25-curiosidades-de-machado-de-assis-que-voce-provavelmente-nao-sabia/

Share this Post

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>
*
*