Curiosidades Surpreendentes sobre Edgar Allan Poe

Nextale/ abril 27, 2021/ Curiosidades Sobre Autores/ 0 comments

Conhecido pela atmosfera misteriosa e macabra de suas obras, Edgar Allan Poe é um dos maiores autores, não apenas da literatura gótica, mas como também da literatura mundial. Por meio de suas obras, ele deixou um legado que influenciou e ainda influencia escritores ao redor do mundo. Venha descobrir mais sobre o que se esconde por trás dessa figura tão misteriosa!

Começo de vida e adoção

Nasceu em Boston no dia 19 de Janeiro de 1809 em uma família de atores. Abandonado pelo pai, Edgar Poe, como era seu nome de batismo, perdeu a mãe, vítima de tuberculose, aos três anos de idade. Ele foi acolhido pelo casal John e Frances Allan, de Richmont. Apesar de nunca ter sido formalmente adotado, o casal deu seu sobrenome para o futuro autor, que passou a se chamar como o conhecemos hoje: Edgar Allan Poe.

Vivendo da carreira

Edgar foi o primeiro escritor americano a tentar ganhar a vida apenas como escritor, o que resultou em uma carreira e vida financeiramente difíceis (isso sem falar nas dívidas de jogo!). A vida como escritor começou quando ele tinha apenas 18 anos de idade, quando ele publicou pela primeira vez o seu livro de poemas “Tamerlane and Other Poems” em 1827, assinado apenas como: “Por um bostoniano”.

Nos próximos anos ele passou a trabalhar em revistas e jornais, tornando-se conhecido por suas críticas literárias. O seu poema mais conhecido, “O Corvo”, foi vendido pela primeira vez, e o autor recebeu apenas nove dólares pelo seu trabalho. Quando o poema foi publicado, ele se tornou sucesso instantâneo.

Pai do romance policial

Apesar de ser mais conhecido por escrever romances góticos, Edgar Allan Poe escreveu também sátiras e contos de humor, além de contribuir para o gênero da ficção científica. Entretanto, uma das maiores façanhas desse autor foi dar início ao gênero romance policial. Os Assassinatos da Rua Morgue, conto publicado em 1841, marcaram um novo estilo literário, se tornando base para as futuras histórias de detetive da literatura.

Amor por gatos

Diferente do que o conto O Gato Preto (1843) – em que o felino é maltratado pelo dono – possa nos fazer acreditar, Edgar amava gatos! Ele tinha uma de estimação, Catterina, que sempre lhe fazia companhia enquanto escrevia seus contos. A gata faleceu de tristeza poucos dias após a morte do autor. É de partir o coração, né?

Obituário

Em sua carreira como crítico literário e autor, Edgar fez diversas inimizades. Dentre elas, Rufus Wilmot Griswold que ironicamente foi quem escreveu o obituário do autor. Ele não deixou que a morte suavizasse suas opiniões! Nas suas palavras: “Edgar Allan Poe está morto. Faleceu anteontem em Baltimore. Este anúncio surpreenderá a muitos, mas poucos vão lamentá-lo”. Olha a shade póstuma!

Morte misteriosa

E para terminar, até hoje a morte do autor é cercada por mistérios. Em Outubro de 1849, o autor foi encontrado perambulando pelas ruas de Baltimore,  com roupas de outra pessoa e em um estado delirante. Ninguém conseguiu descobrir o que aconteceu com ele, que morreu dias depois no hospital, sem a causa da morte definida.

Agora que você já sabe tudo sobre esse grande autor da literatura mundial, conta pra gente aqui nos comentários o que achou! E se quiser conferir alguma de suas histórias, aproveite que “O Gato Preto” está disponível em nosso aplicativo de leitura imersiva! Só baixar nas lojas.

Referências:

https://pt.wikipedia.org/wiki/Edgar_Allan_Poe

https://darkside.blog.br/7-curiosidades-sobre-edgar-allan-poe/

https://www.simplesparanormal.com/2018/06/10-fatos-pouco-conhecidos-sobre-edgar.html

Share this Post

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>
*
*